Tragédia no Japão

O Japão foi atingido na última sexta-feira pelo sétimo pior terremoto da história do planeta, segundo dados do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). De acordo com a agência internacional de notícias Reuters, esse terremoto, que obteve 8,9 de magnitude, é o maior já ocorrido no Japão em 140 anos de medições.
Uma das situações mais graves é em Minami Sanriku, onde mais da metade da população está desaparecida. Até agora, o governo só localizou 7.500 dos 17 mil habitantes.
Equipes de resgate não podiam fazer nada. Do alto, observavam enquanto a água invadia o centro da cidade. Arrastava tudo o que havia pela frente – não só carros, mas até casas inteiras.
O terremoto deixou cerca de 100.000 crianças desabrigadas, estimou nesta segunda-feira, em comunicado, Stephen McDonald, que dirige em Tóquio a ONG Save the Children, com sede na Grã-Bretanha. “Suas casas foram destruídas e muitas delas estão em abrigos, uma experiência que deve ser terrível para os pequenos”, acrescentou.
 
 
Cidade de Ofunato foi devastada por terremoto e suas consequências
 
Cidade de Ofunato foi devastada por terremoto e suas consequências (Jiji Press / AFP)
 
 
Japonês passa por restos de barco arrastado por tsunami na cidade de Hachinohe, no Japão – Kyodo/Reuters
 
Soldados japoneses trabalham nos escombros do terremoto em Sendai, no Japão
 
Soldados japoneses trabalham nos escombros do terremoto em Sendai, no Japão
 
Japonesa observa restos das casas da cidade de Ishimaki, após terremoto e tsunami ter atingido a cidade
 
Japonesa observa restos das casas da cidade de Ishimaki, após terremoto e tsunami ter atingido a cidade – Yomiuri Shimbun/Reuters
 
Desabrigados pelo terremoto chegam às centenas de milhares
 
Desabrigados pelo terremoto chegam às centenas de milhares
 
 
Tsunami varre a costa noroeste do Japão após terremoto. 
 
 
O  terremoto atingiu duramente a região Nordeste do Japão
 
O terremoto atingiu duramente a região Nordeste do Japão
 
 
Prédios na cidade de Minamisanriku atingidos por tsunami e terremoto
 
Prédios na cidade de Minamisanriku atingidos por tsunami e terremoto – Kyodo/Reuters
 
 
De acordo com o ministro, há cerca de 254.000 brasileiros residentes no Japão. Até o momento, nenhum deles foi identificado entre entre as vítimas do terremoto. Familiares de residentes no Japão podem consultar o Consulado Geral em Tóquio pelo email: assistencia@consbrasil.org.
 
 

0a.gif (300×47)
 
 
 
Fontes: Jornal nacional/ exame abril/veja abril.
loading...
loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 Comentários

  1. Um tristeza essa tragédia no japão…Quando há acontecimentos como esse é que paramos para pensar que não somos nada nesse mundo e que o que realmente conta é a caridade entre as pessoas…
    Muito bom esse post…
    Seguindo vcs ok…
    Beziquinhos doces…
    http://drikabello.blogspot.com/

  2. Nanda disse:

    Triste! Rezando por meus parentes que estão lá!
    Bjs
    http://terapiafeminina.blogspot.com/

  3. Nós que estamos aqui nessa falsa tranquilidade temos que orar muito…e se tiver no alcance ajudar pq como sabemos bem aqui no Brasil não tem mais imunidade nenhuma contra desastres.
    Bjs

  4. josiane disse:

    essa tragedia foi uma tristeza deus que me livre disso tenho muita pena de todos la, quantas mortes pessoas desabrigadas parentes desaparecidos 🙁
    e muito triste que deus olhe por eles!!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Importante Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.